O QUE COMER DURANTE A VIAGEM?

Essa é a dúvida de muitas pessoas que estão se reeducando na alimentação. Seja na estrada ou em avião, temos poucas ou nenhuma opção saudável para lanchar.

Logo abaixo seguem algumas dicas para você lanchar sem abusos e com prazer !

Programe-se e organize-se para todas as viagens!

DIÁRIO ALIMENTAR

Um diário alimentar é uma forma de avaliar constantemente o que você está ingerindo, de forma que possa escolher refeições mais saudáveis e manter seu foco.
 Anotar o que você come durante o dia torna você mais responsável sobre as escolhas alimentares que faz. O simples ato de estar vigilante com o que você ingere é um bom lembrete do seu compromisso em se alimentar melhor.”
Esquecemos a frequência que ingerimos alimentos que devem ser esporádicos, isso pode fazer com que o seu plano de controle de peso vá por água abaixo!
É importante observar não só a quantidade do que consome, mas também tempo entre as refeições, qualidade do que consome, sentimento no momento da refeição e como se comporta em determinados locais. Almoçar com raiva, ansiedade, preocupado, pressa trará má digestão, absorção, além de abrir possibilidade do consumo exagerado ou insuficiente do que precisa. Pensem nisso!!!
 
 
diario

ALONGAMENTO NA MUSCULAÇÃO? Por Gustavo Farnezi Educador Físico

alogamento
Alongamento é um método de exercício que consiste em aumentar a flexibilidade da musculatura desejada, promovendo um estiramentos das fibras musculares.
 
Para praticantes de musculação entra uma dúvida a respeito de realizar ou não os alongamentos.
 
Sabemos que o alongamento promove um estiramento das fibras musculares, sendo assim para exercícios que serão utilizados sobrecargas como a musculação podemos e não podemos alongar. Quando podemos? Quando não podemos?
 
Podemos quando o aluno procura a academia com o intuito de cuidar da sua saúde, sendo assim podemos realizar o alongamento antes ou depois do treino. Se a finalidade do aluno for estética ele também pode alongar, porém o mesmo deve ser feito no final do treino como forma de relaxamento, pois ao alongar antes do treino o aluno pode perder até 27% da força de contração da musculatura, mas nada impede de o mesmo fazer alguns antes do treino vai depender de como está voltado o treino dele.
 
Lembrando também que o alongamento realizado em academias, é um paliativo para melhora da flexibilidade (melhorar o encurtamento muscular), pois para melhorar mesmo o alongamento, devemos realizar igual um treino de musculação de três a quatro vezes por semana com duração de 30 a 40 minutos.
 
Que tal você deixar a preguiça de lado e começar a exercitar e cuidar da sua saúde?
Gustavo Farnezi

Personal Trainer

CREF: 020596-G/MG

Estrogonofe com biomassa de Banana Verde

Ingredientes

· 500g de peito de frango cortado em iscas
· 1 colher (café) de sal marinho
· Suco de ½ laranja
· 3 tomates maduros
· ½ xícara (chá) de água
· ½ maço de manjericão fresco
· 1 cebola picada
· 1 dente de alho picado
· 1 colher (sopa) de óleo de coco ou azeite de oliva
· 2 xícaras (chá) de biomassa de banana verde
· 1 colher (sopa) de mostarda
· 1 xícara (chá) de cogumelos
· Salsinha picada a gosto
· 1 pitada de curry (opcional)
· Sal a gosto

Modo de preparo

Tempere o frango com o sal e a laranja 30 minutos antes do preparo. Reserve. No liquidificador, bata os tomates com a água para virar um molho. Numa panela funda, coloque o molho de tomate e o manjericão fresco e leve ao fogo baixo para apurar por dez minutos. Refogue a cebola e o alho com 1 colher (sopa) de óleo de coco ou azeite por três minutos. Junte o refogado ao molho de tomate e acrescente a biomassa de banana verde. Escorra o frango, eliminando todo o excesso de suco de laranja. Numa frigideira bem quente, sem óleo, coloque as iscas de frango e deixe dourar. Não fique mexendo a carne para evitar que ela solte muita água. Ao final, coloque a mostarda. Junte o frango ao molho de tomate e acrescente os cogumelos. Salpique salsinha, coloque a pitada de curry (opcional) e o sal a gosto. Sirva.

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br.  Adaptada

SIVA COM ARROZ INTEGRAL COM BRÓCOLIS, SALADA MIX DE FOLHAS E TOMATE CEREJA  COM BATATA ASSADA !!! SHOW!!!!!

BIOMASSA DE BANANA VERDE

A Biomassa de banana verde é um purê de banana verde que atua como poderoso PREBIÓTICO (fibra não digerível que auxilia na manutenção da flora intestinal, melhora imunidade, controle do peso, colesterol e triglicérides) e espessante. Essa fibra é um amido resistente, dessa forma não absorvido pelo organismo.

1. Separe as bananas que irá utilizar preservando o cabinho (a ponta da banana)
2. Lave as bananas verdes com casca, uma a uma, utilizando esponja com água;
3. Em uma panela de pressão com água fervente (para criar choque térmico), cozinhe as bananas verdes com casca, cobertas com água por 20 minutos;
4. Desligue o fogo após os primeiros 8 minutos, e deixe que a pressão continue cozinhando as bananas;
5. Espere o vapor escapar naturalmente. Não force o processo abrindo a panela debaixo da torneira, por exemplo;
6. Ao término do cozimento, mantenha as bananas na água quente da panela;
7. Vá aos poucos tirando a casca da polpa, que deve ser passada imediatamente no processador ou liquidificador. É importante que a polpa esteja bem quente, para não esfarinhar;
8. Coloque a quantidade desejada da polpa cozida quentíssima no aparelho escolhido;
9. Processe até obter uma pasta bem cremosa;
10. Se não for utilizar imediatamente, guarde a polpa em vasilhame com tampa.
11. Essa polpa pode ser guardada por 3 a 4 meses no congelador, mas necessitará de um reprocessamento e deve ser separado por porção, tipo forma de gelo.

biomassa

USE COM MODERAÇÃO E NA QUANTIDADE INDICADA POR SEU NUTRICIONISTA

Bolo com biomassa

Ingredientes:

– 3 ovos

– 1/2 xícara de chá de açúcar demerara ou mascavo

– 1/4 xícara de chá de água

– 1 xícara de chá de aveia em flocos finos ou farelo de aveia

– 1/2 xícara de chá de biomassa de banana verde

– 1 colher de sopa de fermento em pó

– canela à gosto

Preparo:

Bata primeiro o ovo, a água e o açúcar.

Em seguida acrescente a biomassa de banana verde e bata mais um pouco.

Despeje a mistura em um recipiente e adicione a aveia e a canela, misture bem até ficar homogêneo.

Por último, adicione o fermento e misture suavemente até sumir. Despeje em uma forma redonda untada e leve ao forno preaquecido (150°C) por aproximadamente 50 minutos.

Espere esfriar, desenforme .

Comer ou alimentar? – Por Andrea Fonseca, terapeuta natural

ansiedade

Estou tão triste, ansiosa, não tenho tempo para nada!

Trabalho, casa, relacionamentos, filhos, financeiro, nem sei por onde começar. Tanta cobrança no dia a dia que até me esqueço de alimentar meu corpo e minha mente.

Comer ou alimentar? Em pé, na frente da tv, andando ou assentado à uma bela mesa posta? Sei que estas escolhas afetam a nutrição de meu físico e meu mental. Afeta a alimentação que insistimos em manter de qualquer jeito.

Então eu penso! Tenho pressa, acho que vou comer qualquer coisa. Vou ficar mastigando até quando? Melhor engolir rápido, assim me sobra tempo.

A partir deste momento devemos parar e refletir! Algo está muito errado. O que estou fazendo comigo? Porque não me cuido? Você sabia que:

O alimento para o corpo e a alma andam juntos? Sabe como?

Quando assentamos com calma, alegria,prestando atenção nos alimentos, em suas cores, aroma, damos a oportunidade de todo o nosso corpo processar os nutrientes, proteínas. Assim, nos fortalecendo no todo. Devemos estar atentos a nossa mente, pensamentos, atitudes buscando controlar ao máximo nossa agitação, angustias, estresse, tristezas, descontrole com bebidas e o fumo. Pois tudo isso nos leva a uma alimentação desordenada, tanto para o excesso, como para falta.

Lembre-se: alimentar é como receber uma técnica de terapia holística. Pois através do aroma, cor, o alimento vai te auxiliar acalmando a sua  mente proporcionando um  sono mais harmônico, fortalecendo músculos, auxiliando sua memória, trazendo alegria e bem-estar, atuando no físico como um todo.

Reflita! Ao levar um alimento a boca, tenha em mente o quanto ele pode lhe proporcionar uma vida saudável ou não.

Andrea Fonseca 

Terapeuta Natural

Harmonia & Luz – Núcleo de Terapias Naturais

(31) 9846-2034

AERÓBICO: REALIZAR OU NÃO?

Existe um mito sobre o exercício aeróbico, se devemos realizar ou não. Isso depende do objetivo do aluno e também de sua forma física.

Se o aluno deseja treinar com o objetivo de HIPERTROFIA (ganho de massa muscular) ele PODE  SIM realizar o exercício aeróbico, podendo fazer antes do treino ou depois do treino. Se o mesmo fizer antes do treino (pré-treino) estará usando esse aeróbico como um aquecimento do corpo, para bombear melhor o sangue para os músculos, porém se o mesmo for usado depois do treino (pós-treino) estará usando com o intuito de realizar uma recuperação ativa do corpo. Pois assim que acaba de treinar o corpo precisa de um descanso para eliminar o ácido lático e os íons de cálcio, se você faz o aeróbico pós-treino de modo leve a moderado (caminhada a trote) você força o coração a bombear sangue novo para o corpo realizando trocas gasosas nos músculos, realizando uma recuperação mais rápida.

Também podemos realizar o aeróbico com o intuito de EMAGRECIMENTO e CONDICIONAMENTO FÍSICO. Para ambos temos zonas de frequência cardíaca que vão indicar onde a pessoa se encontra:

  • Emagrecimento: 50 – 70% Fc máx
  • Condicionamento Físico: 70-80% Fc máx

Se você pretende começar a realizar um exercício aeróbico, procure um profissional de educação física para lhe avaliar e indicar o melhor para que deva fazer de acordo com as necessidades do seu corpo, e não esqueçam a alimentação é muito importante.

aerobico

Gustavo Farnezi

Personal Trainer

CREF: 020596-G/MG

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.